Ola visitante, Clique aqui para conectar ao site

 Home   |   Blog PHD   |   Charges   |   Colunistas   |   Notícias   

*** ATENÇÃO - Atualize seus dados e concorra a ingressos para jogos na Toca III ***
Cruzeiro.Org - 25 anos



Torcedor Cibernetico

A Dialetica Virtual x Real
Observatorio da Imprensa
Principe Azul

02/07/2018 | Evandro Oliveira
Príncipe Azul – Filosofando Maquiavelicamente VII

Um Príncipe deve viver com seus súditos de modo que nenhum acidente, bom ou mau, o faça variar . . .


Mais uma coluna da série ´O Príncipe Azul`, desta feita, a partir de um capítulo que achei interessante no livro de Maquiavel para este momento. Parece que a história está se repetindo. Pelo menos é a minha ótica de ver as coisas que acontecem nas hostes Palestrinas.

Depois de ler duas entrevistas (Itair Machado e Gilvan Tavares), identifiquei, claramente, que as coisas saíram do controle muito antes das eleições para presidente, e se complicaram muito no período que antecedeu a eleição do Conselho Deliberativo.

Um conselheiro escreveu aqui, logo após a eleição para presidente, que ´... o preço a ser pago será alto ...` eu só não imaginei que seria tão alto e a conta ameaçaria chegar tão rápido.

Teria tudo sido precipitado pela saída fugaz do vice de finanças ?

Que fase! Diria o segundo melhor narrador de futebol do país !


O Príncipe Azul - Da Origem

Algumas datas são, misteriosamente, curiosas. O dia 2 de cada mês foi escolhido por mim para publicar a coluna de opinião mensal sobre filosofia e as coisas do Cruzeiro. A ideia foi gestada durante muito tempo e, no final do ano passado, em dezembro (28), publiquei a primeira coluna com o título ´O Príncipe Azul – Filosofando Maquiavelicamente`.

O principado ´normal`

Tenho ressaltado que uso de analogias e interpretações sobre os capítulos do livro ´O Príncipe` e outros sobre filosofia para mostrar, todo o dia 2 de cada mês, a minha visão sobre o que acontece hoje no Cruzeiro.

Não tenho a pretensão de acusar ninguém (interpretação equivocada e criminosa que alguns vem fazendo!). Como na filosofia, a minha proposta é que ao menos uma pessoa que ler a coluna se ponha a pensar.

Assim sendo, esta coluna (sétima ou oitava, dependendo da interpretação alheia) deveria ter provocado ao menos meia dúzia de pessoas a pensarem.

Pelos e-mails e comentários que recebo (fora dos comentários aqui no site), são mais de uma dúzia. Entretanto, vejo que muita gente ainda torce o narizinho... Não devem ter entendido !

Existem duas maneiras, normais, de se conquistar um principado (a ´república` do Barro Preto): 1) Pelo mérito; 2) Pela fortuna.

É bom ressaltar que estas são as maneiras ´normais`, e que um principado pode ser conquistado de outras maneiras como a ajuda de conterrâneos ou pela maldade (contrariamente às leis humanas e divinas).

O principado ´anormal`

Maquiavel tem no capítulo VIII (Dos que alcançaram o Principado pelo Crime), uma situação interessante que minha percepção leva a imaginar que estamos esgotando a possibilidade de compreensão de que outras formas foram usadas para o caso Palestrino.

Nas entrevistas citadas que li, vi somente acusações usadas como defesa. Existem várias falacias que explicam. Mas existem Uma diferença gritante entre sofistas, falaciosos e paralogistas. E a torcida do Cruzeiro ainda não entendeu o contexto.

Preocupa-me que exista a necessidade de acusar o outro e nenhuma linha de gestão para resolver problemas, seja da gestão anterior ou da atual. Está parecendo, se me permitem uma analogia, uma grande represa cheia de buraquinhos, alguns bem escondidos, e que se tenta usar de acusações do porque tem o buraquinho e pouca ação e objetividade para tapar cada buraquinho.

A questão fica mais complicada quando, na condição de morador deste principado com um novo Príncipe desde o início do ano, vejo que o meu país (não somente o de chuteiras) está sofrendo com o bem e o mal feito.

No capítulo, Maquiavel escreve, surpreendentemente, ´... um príncipe deve viver com seus súditos de modo que nenhum acidente, bom ou mau, o faça variar, porque, vindo, com tempos adversos, as necessidades, não terás tempo para fazer o mal; e o bem que fazes não te beneficia, pois julga-se forçado, e ninguém te agradecerá a sua prática`.

Resistência e Acidentes

Quando vejo anúncio de contratação como do Ricardo Goulart ganhando manchetes e roupa suja lavada pelo ´príncipe` destituído, além dos ´acidentes` de contusões, negociações, denúncias e contratações equivocadas, dominando todo o clube, a situação preocupa.

Vejo que, infelizmente, tem muito torcedor do Cruzeiro Futebol Clube querendo mandar no Cruzeiro Esporte Clube. Até entendo e concordo com algumas motivações. Mas é impossível fechar os olhos à estupidez coletiva e irracional de defensores da ´democracia` com chapéu alheio.

E fica mais complicado ainda quando o Príncipe nem sabe o que está acontecendo com seu principado. Nos tempos de Maquiavel não existia a mídia e as redes sociais. Numa das colunas anteriores falei dos aduladores. Parece que os aduladores habitam as redes sociais e a mídia. Ver cruzeirense de rede social sendo comprado para tecer loas a merdas e erros graves é de doer o coração (não pelo influenciador, mas pelos teleguiados que aplaudem!).

´La gente` imagina que pode se rebelar, ´La gente` parece aderir a quem tem interesses diferentes de poder. O Príncipe está deitado e berço esplêndido. O Rei está quase nu. ´La gente` é teleguiada. Não existe no Barro Preto nem uma democracia guiada.

A ´resistência` real e inteligente inexiste!

P.S. Será que consigo mais um que leia e entenda?


---
Evandro Oliveira e cruzeirense desde a decada de 1960 e costuma ficar zangado quando ve tolices na boca de cruzeirense, mas talha o sangue quando ve a midia manipulando cruzeirenses alienados e desavisados.
pyxis@cruzeiro.org

Leia também as colunas anteriores Torcedor Cibernetico

As opiniões e declarações aqui expressas são de inteira responsabilidade do autor. O Site Cruzeiro.Org não responde por nenhuma opinião assinada.

Comentários:  Clique aqui e faça seu comentário sobre a coluna

 Aloisio Mendess | Santa Maria/ DF | 10-07-18 11h04min
Evandro, o uso de analogias é bastante enriquecedor de qualquer texto e o faz muito bem, mas o problema é a interpretação de quem está na outra ponta, no caso nós leitor. Para se ter uma interpretação autêntica do seu texto, o leitor deveria antes ler Maquiavel, que não é meu caso. Nunca li. Imagino que muitos aqui cadastrados não tenha lido também. Outra dificuldade minha é pouco conhecer os bastidores do clube(CEC), infelizmente a distância não ajuda. Moro em Brasília.
 Aloisio Mendess | Santa Maria/ DF | 10-07-18 11h11min
Mas com toda dificuldade de interpretação, vejo algumas colocações que devem sim nos preocupar e estão bem listadas por você. Veja que agora surge o boato da contratação de Pedro Rocha, que é negada pelo Itair. A tudo isto é somado as contusões de nossos atacantes. O que se passa com Raniel? Quando pensamos: agora vai. Mas aí é que não vai mesmo. Outra questão é o tamanho da repercussão de qualquer assunto no Cruzeiro. Do outro lado pode acontecer de tudo e nada repercute. Que coisa!
 pyxis | BHZ | 10-07-18 22h36min
Aloísio, em certa medida, eu te entendo... e digo que nesta trilha do ´princípe`, é proposital... E tem atingido os objetivos... Quem leu (POUCOS!) se põe a pensar... quem não leu (MUITOS!) se preocupam em ler (POUCOS!)...
Melhor ser entendido porpoucos do que ver um monte balançando a cabeça e achando que tá entendendo tudo...
´vazam` que estão buscando Goulart... buscando Pedro Rocha e trazem Barcos... Só para otários...
Afirmo... que lê estas colunas e junta lé com cré, tá firme!
 pyxis | BHZ | 10-07-18 22h39min
P. S....
e minha pretensão se apresenta como escritor... se alguém faz eferência a Casa Grande e Senzala, é necessário ter lido Freyre? Ou se alguém fala ou referencia ou faz analogia com algum livro, é preciso ter lido?
É recomendável... ou acredite me mim
;-)
rsrs ...
 pyxis | BHZ | 12-07-18 16h36min
Aloisio,
o problema a que você se refere (ler Maquiavel, viver em BH) para entender certas ´entrelinhas` e ironias, é aplicável em grande parte em muito do que escrevo... (as reticências são uma característica que gosto - até tenho o blog www.reticencias.blog.br EM BREVE !).
No texto que publiquei hoje, efetivamente, tem que viver em BH para entender as TRETAS que estão acontecendo com a mídia esportiva rural e ´ler` nas entrelinhas...
Seu comentário é válido !!! ;-)
 wallacewfs | Belo Horizonte | 13-07-18 10h51min
Quando um príncipe toma um território novo, ele não pega todas as terras para si, ele toma uma parte, de maneira que aquela minoria não tenha força para se rebelar. E a grande maioria fica quieta e apoia o príncipe com medo de perder suas terras. Eu vejo isso claramente no Cruzeiro.
 pyxis | BHZ | 15-07-18 10h40min
Wallace, uma das coisas boas que tenho observado nestas minhas ´trilhas` que adotei em 2018 é a receptividade de quem pensa...
E dá para perceber (que não é seu caso) que algumas pessoas não leem e tem opinião formada.
Minha coluna inicial do ´Príncipe Azul` é uma grande parte disso. E está acontecendo exatamente o que eu previra. Tenho lido alguns comentários que beiram a insanidade... a recente contratação do Barcos e comportamento de alguns cruzeirenses, comprova toda a minha teoria.
 Lista/Chat Cruzeiro 

Assinar Lista-Cruzeiro

 Publicidade 

 Notícias   
24/09 - 08h36 [3 coment.]
Cruzeiro vence Santos em noite que Fábio garantiu o resultado 

23/09 - 12h23 [5 coment.]
Reservas buscarão recuperar o aproveitamento no Brasileiro´18 

22/09 - 18h22 [0 coment.]
Sub-17 fica no empate na primeira partida da semifinal do estadual 

22/09 - 17h40 [0 coment.]
Sub 14 garante vaga na semifinal do estadual ao vencer o Guarani 

22/09 - 17h29 [0 coment.]
Sub-15 aplica goleada e sai na frente em semifinal do Mineiro´18 

22/09 - 16h33 [0 coment.]
Sub 20 garante classificação antecipada e vai à final do estadual 

22/09 - 08h45 [0 coment.]
Sada Cruzeiro vence o Lavras Vôlei pelo Mineiro da categoria 

20/09 - 08h59 [0 coment.]
Diretoria protocola pedido de anulação da suspensão de Dedé 

>> Mais noticias

Cruzeiro.Org® 1999-2018 - Site Oficial da Torcida - Contatos para Webmaster