Ola visitante, Clique aqui para conectar ao site

 Home   |   Blog PHD   |   Charges   |   Colunistas   |   Notícias   

ATENÇÃO - Solicitamos que todos os usuários alterem suas senhas - Cliquem em ESQUECI minha senha e aguardem o recebimento de uma nova senha - #ForçaCHAPE
Site Oficial da Torcida do Cruzeiro



"Toque de Craque" com Lucas Amaral
Lucas Amaral escreve às quartas-feiras

10/05/2007 | Lucas Amaral
Segundo Tostão

"Há quem diga que ele não aceitaria a proposta. Eu duvido."

Tostão foi um jogador excepcional. Ao lado de craques como Pelé, Jairzinho e Gerson conquistou a Copa do Mundo de 1970. Aos 26 anos, o craque foi obrigado a parar de jogar futebol devido ao um descolamento da retina, fato ocorrido em um jogo pelo Cruzeiro quatro anos mais cedo. Mas Tostão é um ser humano especial, com uma capacidade e força de vontade sem iguais. Nosso craque, ídolo maior da história da Raposa, cursou medicina pela UFMG, se tornando um responsável e respeitado profissional. Com suspeitas de que o Cruzeiro teria enganado o Vasco, vendendo um jogador com problemas, o Dr. Eduardo deixou o futebol com tristeza, chateado com situações a que um jogador de seu calibre não deveria estar sujeito. Afastou-se então do futebol durante 21 anos. Isso mesmo, 21! Durante a Copa de 94 (EUA), tornou-se colunista e comentarista da TV Bandeirantes, e novamente mostrou seu talento. Nascia ali um dos melhores analistas esportivos do país. A competência com que nos servira no futebol e na medicina, agora nos prestigiava na área jornalística.

Apesar do desrespeito sofrido na época em que deixou o Cruzeiro, Tostão sempre teve grandes amigos na Toca da Raposa. E sempre foi um fiel torcedor do time azul. Analisando seu livro (Tostão, Dórea Books and Art), gostaria de comentar algumas de suas sugestões que considero importantes o Cruzeiro hoje.

Segundo Tostão:

"O talento sem organização é um vazio, desperdício".
Muitos especialistas consideram elenco azul celeste um dos melhores do país. Possui jogadores técnicos, jogadores rápidos, outrora consagrados. Então, qual o problema com o time, que não consegue obter ritmo e jogar bem? A falta de organização e disciplina tática. Está na cara, nossos laterais não sabem defender. Gabriel não ganha uma bola na corrida, enquanto Fábio Santos se desespera ao tentar cobrir um jogador que está perdendo o costume de antever o passe, o Ricardinho. Está estampado como em capa de revista, Léo Silva não joga em esquema com dois volantes, pois este não ocupa espaços, não dá combate e o que é pior, brinca onde não deve. Émerson Ávila percebeu e o colocou como camisa 10. Perfeito! A desorganização tática é gritantes, precisa ser consertada urgentemente. Penso que com Renan e Magrão ou com a utilização de três volantes, arrumaríamos este quadro. Quanto aos nossos meias, falta criatividade. "A disciplina sem criatividade está próxima da mediocridade". O medo de errar faz com que bons jogadores, tentem o fácil, o óbvio, com medo de errar. E outra, dos meias que o Cruzeiro tem, apenas Leandro Domingues é armador e por isso deve jogar. Para estruturar-se um time, necessita-se de um armador e um meia atacante. Ponto final.

"Tinha porém uma grande autocrítica, sempre pensando que eu podia jogar melhor"
Todos vêem que há algo errado, mas se contentam com pouco. Vencem o Tupi aqui, discutem sobre a construção do estádio por lá, mas os problemas sempre estão rondando. Humildade, reconhecer que o conjunto não vem funcionando, é qualidade fundamental ao jogador. Acho que era isso que faltava ao nosso excelente goleiro Fábio. Treinar os quesitos em que se tem maior dificuldade e admitir a falha não é vergonha. André Luís é outro. Até mesmo aqueles que se destacam precisam melhorar naquilo que lhes é ineficiente. Araújo, por exemplo, precisa melhorar muito no trabalho em conjunto. É um bom jogador, porém não sabe utilizar os companheiros nos momentos adequados. A ausência da autocrítica é comum em times de superstars, como no Real Madrid, mas lá, quem tem crise vai para a rua.

"Nós os endeusamos (os técnicos) nas vitórias com grandes elogios e criticamos duramente nas derrotas".
Treinador não é Deus. Também não faz mágica. É preciso entender que a culpa não é totalmente do treinador. Crucificá-lo é fácil, mas concordemos que os jogadores são quem podem mudar a partida. A ajuda psicológica faz parte da função de um treinador. Creio que o que falta no Cruzeiro é uma ênfase, algum objetivo concreto, algo que os induza a conseguir a vitória a qualquer custo. Depois, no embalo, é só seguir o ritmo da música e dançar. Temos um exemplo claro do outro lado da lagoa, nos nosso rivais atleticanos, que não têm jogadores do porte dos nossos, mas se empenham para mostrar que ainda são um time respeitável como na década de 80. No nosso time, os objetivos são pessoais, como artilharia ou se mostrar para algum time europeu.

"O craque não é o que erra menos, e sim o que faz as jogadas decisivas. "
Avisem isso aos nossos meias urgentemente! Estão se tornando jogadores comuns e não são. Parecem afoitos, não ousam. É preciso exigir que os jogadores não passem só de lado. Tentar é preciso, mas com consciência. "Nem sempre quem treina muito joga bem, mas quem não treina nunca vai atuar bem, com exceção d gênios como Didi". Como o Cruzeiro não tem Didi, é preciso treinamento individual, principalmente com aqueles que não entendem muito bem a sua função tática, casos de Gabriel e Léo Silva.

" Entendi para sempre a diferença do real e da cópia. O que parece craque, mas não é. O que é é."
O Cruzeiro tem um craque em seu elenco. O menino Guilherme será um grande jogador, de seleção brasileira. Tem muita capacidade de evolução, diferentemente de Fred, Sóbis e Love, que são bons jogadores, porém limitados. Espero que Dorival saiba aproveitá-lo da melhor forma possível, no meio ou no ataque.

Esta é apenas uma pequena parte dos ensinamentos do mestre Tostão que pude utilizar para explicar a atual situação. Sei que muito já falaram sobre esta hipótese, mas gostaria de recolocá-la em questão. Tostão, um ídolo do Cruzeiro, um excelente analista técnico e tático e físico, não seria um treinador promissor? Há quem diga que ele não aceitaria a proposta. Eu duvido.

Lucas Amaral é de Lagoa Santa e estudante de Jornalismo.
lucas.amaral@cruzeiro.org

Leia também as colunas anteriores "Toque de Craque" com Lucas Amaral

As opiniões e declarações aqui expressas são de inteira responsabilidade do autor. O Site Cruzeiro.Org não responde por nenhuma opinião assinada.

Comentários:  Clique aqui e faça seu comentário sobre a coluna

 geraurelio | Taguatinga-DF | 10-05-07 09h28min
O ideal era aproveitas esses nossos idolos, Tostão, Dirceu Lopes, Piazza, de alguma forma na toca! Me parece que no último jogo não foi permitida a presença deles durante a preleção! Um erro! Acho que deveriam sempre estar presente e passar as suas vivências dentros dos gramados, principalmente pros mais jovens!Não sei, também, se aceitariam, mas não custava tentar! Acho que técnico mesmo, nenhum quer ser!
 ricardo | Belo Horizonte | 10-05-07 09h33min
Prezado Lucas, gostei muito do paralelo feito das nossas atuais condições com as idéias colocadas pelos Tostão nos livros. Se não me engano o Tostão já foi sondado em relação a assumir o cargo, mas declinou do convite por razões às quais desconheço. Acho que todos no futebol: do Cartola ao roupeiro deveriam LER mais. Além de ler, praticar os ensinamentos lembrando-se que a dose que para um caso é remédio, para outra situação pode ser veneno. Um abraço.
 wilsonflavio | China Azul | 10-05-07 09h34min
Lucas, tem uma coluna do Tostão de 97, se não me engano, em que ele assume que foi convidado e que aceitou. Entre o convite e o aceite, porém, o Cruzeiro já havia efetivado com outro. Hoje eu tô mais pra duvidar que ele não aceitaria. Eu tentaria o Piazza.
 JOAO COSTA | BRASILIA | 10-05-07 13h15min
Explorar as potencialidades de cada jogador, trabalhar arduamente para corrigir seus pontos fracos, incentivá-los, encorajá-los,cobrá-los, adverti-los e puni-los, se necessário, ser firme, exigente,independente, estudar os adversários, ensaiar jogadas à exaustão, etc, etc,etc...Tudo isso faz parte do trabalho, ou pelo menos deveria fazer, de um grande técnico. Assim como os jogadores, existem técnicos que parecem ser bons, mas não o são. Elencos bons com ténicos medianos ou mediocres... Chabú.
 zeze | Belo Horizonte | 10-05-07 14h10min
Lucas, Em uma entrevista há um bom tempo atrás Tostão expunha certa magoa dos Perrellas por ter sido convidado para ser o treinador em 97 e antes de dar seu retorno à diretoria já anunciava o Ricardo (não me lembro se Rocha, foi zagueiro do Fluminense). Chegou e partiu na mesma rapidez, depois chegou o Autuori.Na minha opinião qualquer técnico seja ele quem for, para ser treinador do Cruzeiro tem de ter experiência comprovada. Tem que começar nas categorias de base, passar por pequenos clubes...
 zeze | Belo Horizonte | 10-05-07 14h12min
...até chegar aos times de ponta como o nosso. Mas como diretor de futebol seria uma pessoa ideal para ser o interlocutor diretoria x comissão técnica x jogadores. Seu vasto conhecimento técnico só acrescentaria para o Cruzeiro.Alem de ser uma pessoa respeitada em todo Brasil, por dirigentes, imprensa e Federações.
 MarceloCastro | Belo Horizonte | 10-05-07 14h13min
Gostaria de ver nosso grande ídolo Tostão como Diretor de Futebol do Cruzeirão. Técnicos e Jogadores teriam que mostrar serviço, senão rua pra eles.
 janot | Araxá | 10-05-07 14h19min
Parabéns pelo artigo, que veio em muito boa hora. Hora de repensarmos e fazermos um balanço da nossa instituição celeste. Tostão foi um dos maiores gênios que o futebol já produziu em todo o mundo, em todos os tempos. Há que se respeitar suas análises e ponderações. Gostaria muito de vê-lo como treinador do Cruzeiro. Quanto à hipótese dele não aceitar o convite, creio que é um risco que todos gostariam de correr.
 tostao | Belo Horizonte | 10-05-07 15h19min
PREZADO LUCAS, AGRADEÇO ESTA MATÉRIA. PRIMEIRAMENTE, ESCLAREÇO AO ZEZE QUE O TREINADOR ENTÃO CONTRATADO FOI OSCAR EM 1997. GOSTARIA DE DEIXAR MEU ENORME CARINHO A TORCIDA CRUZEIRENSE POR SEMPRE LEMBRAR O MEU NOME. ACEITAR A CARREIRA DE TREINADOR NÃO É MEU OBJETIVO. OS TREINADORES PRECISAM MOSTRAR RESULTADO A CURTO PRAZO, CASO CONTRÁRIO SÃO EMITIDOS E PODEM FICAR EM DESCRÉDITO COM A TORCIDA. JAMAIS BUSCAREI ALGO EM QUE TENHA DESCRÉDITO COM A IMENSA NAÇÃO AZUL. ESPERO QUE O CLUBE ENCONTRE O CAMINH
 eu_sô_cruzeiro_meu | BH | 10-05-07 18h47min
Admiro TOSTÃO desde pequeno, com o RAUL, entre outros da era de ouro, pela precisão de suas palavras e atitudes, sempre responsáveis e que assustam os de hoje, porque hoje as pessoas são tão oportunistas, tão "aparecidas", e o TOSTÃO tem a rela e grande marca dos verdadeiros gênios: a humildade, o respeito por si e pelo tudo que representa, antes de qualquer coisa. E isso só aumenta a minha admiração. Cobrei e indiquei aqui a PRESENÇA de alguém que ficava junto ao elenco, técnico, preparadores
 eu_sô_cruzeiro_meu | BH | 10-05-07 18h51min
essa figura seria o DIRETOR DE FUTEBOL, hoje se tme até GERENTE DE FUTEBOL...mas EU não entendo um gerente de futebol que não viveu no mundo do futebol...acho que MALUF fez muitas coisas pelo CRUZEIRO, e respeito o seu trabalho; mas sinto também que a falta desse meio-de-campo TIME-DIRETORIA precisa de alguém mais forte. Se é isso, eu indico nomes como PIAZZA, D.LOPES, PALHINHA, etc. O primeiro leva meu apoio por ser alguém ético, trabalhador, empresário e que tem condições de assumir o cargo!!!
 Lucas Amaral | Lagoa Santa | 10-05-07 21h36min
geraurelio, concordo quando diz que nossos ídolos deveriam ter participação ativa no clube. Duvido que haja alguém com tanto amor à camisa quanto eles.
 Lucas Amaral | Lagoa Santa | 10-05-07 21h40min
ricardo, a leitura é fundamental. As vezes me pergunto se os dirigentes de todo o país lêem a opinião dos principais analistas esportivos. Se os Perrela, por exemplo, visitassem o blog do Jorge Santana e o cruzeiro.org perceberia que a torcida não faz questão nenhuma de Mossoró e Luís Mário.
 Lucas Amaral | Lagoa Santa | 10-05-07 21h44min
Wilson, acho que qualquer um dos dois faria um excelente trabalho. Não há dúvidas de que o caráter do jogador influencia no seu desempenho dentro de campo. Piazza e Tostão, além de jogadores fenomenais, são cidadãos que aplicam ética e solidariedade no dia-a-dia. Na minha opinião, se um deles treinasse o Cruzeiro, deveria ter total confiança da diretoria, podendo ajudar até em questões que geralmente não cabem ao treinador, assim como faz o Santos com Luxemburgo.
 Lucas Amaral | Lagoa Santa | 10-05-07 21h45min
JOAO COSTA, antigamente os treinadores não eram tão estudiosos como os de hoje. Abre-se aí outra questão a ser discutida, o melhore técnico é o ex-jogador, ou o especialista treinado?
 Lucas Amaral | Lagoa Santa | 10-05-07 21h50min
zeze, temos hoje no Brasil a melhor safra de treinadores dos últimos tempos. Felipão, Luxemburgo, Muricy, Mano estão no primeiro plano. Depois temos as promessas como Renato Gaúcho, Caio Jr. e o próprio Dorival. Mas acho que o Tostão tem todo o perfil do time celeste. Como diz o jornalista da ESPN, José Trajano, o treinador deve ter a cara da equipe.
 Lucas Amaral | Lagoa Santa | 10-05-07 21h51min
janot, risco esse que não nos custaria tão caro. Com um salário de um treinador comum, teríamos um dos maiores do país.
 Lucas Amaral | Lagoa Santa | 10-05-07 21h54min
Marcelo Castro, também é uma boa idéia. Tostão é muito ético e com certeza não iria tolerar corpo mole ou incompetência.
 Lucas Amaral | Lagoa Santa | 10-05-07 21h59min
eu_sô_cruzeiro_meu, admiro muito as suas idéias. A sugestão de termos um diretor de futebol é muito boa. E acho que as "figurinhas" presentes no álbum histórico do Cruzeiro seriam perfeitas para o cargo. Um grande abraço.
 zeze | Belo Horizonte | 10-05-07 22h46min
Lucas Amaral, Felipão foi campeão da Copa do Brasil pelo Criciúma depois chegou ao Grêmio. Luxemburgo foi vice-campeão Paulista pelo Bragantino antes de chegar ao Palmeiras. O Muricy foi auxiliar técnico do Tele por uma vida, para depois ser campeão Pernambucano pelo Sport e depois campeão Gaúcho pelo Inter. Não conheço bem a historia do Mano, mas tenho certeza que deve ter sido auxiliar e ter mostrado serviço em algum time de menor expressão antes de chegar ao Grêmio.
 zeze | Belo Horizonte | 10-05-07 22h47min
O Renato é a única exceção de todos técnicos citados (mas no Rio que vale tudo). O Dorival fez um bom trabalho no Figueirense e agora vice-campeão Paulista com o São Caetano, vamos torcer para que seus títulos aparecerem no Cruzeiro. Volto a afirmar, Tostão é meu ídolo e o maior do Cruzeiro de todos os tempos. Porém continuo com minha opinião, gostaria de vê-lo com Diretor, não como técnico.
 molage | Contagem | 11-05-07 10h27min
O mano Menezes antes de chegar ao Gremio era tecnico do Caxias
 claudio.correia | Brasília | 12-05-07 00h26min
Zeze, uma correção. O Bragantino foi campeão paulista de 1990 com o Luxemburgo.
 jocerlan | São Luis | 15-10-07 14h32min
Caro Lucas, ainda não havia visto nenhuma análise sobre o Guilherme tão bem consiste quanto a de Tostão, afinal de contas, ele foi mestre na arte do futebol. Tenho medo que o cruzeiro jogue fora o talentoso garoto prodígio da toca"Guilherme". não precisa mais esperar a hora de acontecer é agora, o guilherme não pode fik no banco só pq tem pessoas com o nome ja consagrado ele já provou que pode e deve ser titular da raposa. parabéns por vc ter usado essa análise de Tustão em sua coluna.
 Lista/Chat Cruzeiro 

Assinar Lista-Cruzeiro

 Publicidade 

 Notícias   
23/03 - 19h28 [1 coment.]
Ingressos para jogo Uberlândia x Cruzeiro, pelo Mineiro à venda 

23/03 - 17h21 [1 coment.]
Sada Cruzeiro vira sobre o Canoas e fica perto da classificação 

23/03 - 13h14 [3 coment.]
Cruzeiro libera Edimar para o São Paulo onde terá mais oportunidades 

22/03 - 23h11 [1 coment.]
Jogos contra SPFC, pela CopaBr, serão nos dias 13 e 19 de abril 

22/03 - 21h14 [2 coment.]
Nova camisa, inspirada no título de 97, será lançada no Brasileiro 

22/03 - 18h04 [1 coment.]
Sérgio Rodrigues deixa a superintendência de futebol do Cruzeiro 

22/03 - 16h57 [1 coment.]
Da Arquibancada - Por Henrique Portugal 

22/03 - 14h25 [8 coment.]
Cruzeiro domina adversário, perde gols incríveis e empata sem gols 

>> Mais noticias

Cruzeiro.Org© 1999-2017 - Site Oficial da Torcida - Contatos para Webmaster