Ola visitante, Clique aqui para conectar ao site

 Home | Noticias | Blog PHD | Charges | Colunistas | Competicoes | Especiais | 

Cruzeirenses pelo Mundo | Torcedor do Futuro | Servicos | Quem Somos 

*** AVISO - Se sua SENHA não estiver funcionando, peça uma nova que será enviada para seu e-mail - Se seu e-mail atual não estiver cadastrado, CADASTRE ***

 Acesso mais recente em 26-05-20 09h59min  |  Fonte: Estado de Minas |  Qtd Leituras: 1811
Títulos e craques

A partir de hoje, a diretoria trabalha para que este seja um ano de glórias, como 2003, quando o time foi campeão invicto do Campeonato Mineiro e ganhou também a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro, conquistando a tríplice coroa, fato inédito no futebol brasileiro.



O primeiro nome do clube foi Sociedade Sportiva Palestra Itália, fundado por cerca de 250 integrantes da colônia italiana de Belo Horizonte, a maioria dissidente do Yale Athletic Club, do Barro Preto. Em 1940, como conseqüência da II Guerra Mundial e seus reflexos na vida política brasileira, passou a se denominar Sociedade Esportiva Palestra Mineiro. Em 1942, ainda em decorrência da guerra, o Conselho Deliberativo, por unanimidade, aprovou o nome Cruzeiro Esporte Clube.



Em 1956, inaugurou a sede do Barro Preto; em 1973, a Toca da Raposa; e, em 2002, a Toca da Raposa II. O clube colabora com entidades filantrópicas, organiza campanhas junto à torcida, arrecadando donativos e distribuindo entre entidades carentes. Em 2004, foram mais de 40 toneladas de alimentos distribuídos na campanha Minas Solidária e, também, para mais de 50 creches, asilos e hospitais.



O Cruzeiro se preocupa com a formação de seus atletas. Não só como jogador, mas principalmente como cidadão. Sabendo das dificuldades de conciliar o futebol com os estudos, implantou na Toca da Raposa uma escola de Ensino Fundamental, Médio e Suplência, aprovada pelo MEC, onde o calendário escolar é adaptado ao do futebol. Com isso, os atletas podem continuar seus estudos, tendo toda a assistência pedagógica. Além da escola, oferece aos garotos das categorias de base um acompanhamento psicológico e assistência social. Muitos conseguem chegar ao profissionalismo e fazem história.



Ronaldo é um dos exemplos do sucesso da categoria de base. O Cruzeiro já teve craques consagrados como Niginho, Tostão, Paulo Florêncio, Dirceu Lopes, Piazza, Fontana, Perfumo, Jairzinho, Zé Carlos, Raul, Joãozinho, Dida, Alex, Sorín e muitos outros. Com eles, vieram também as grandes conquistas, como o bicampeonato da Copa Libertadores, em 1976 e 1997; o bi da Copa Mercosul, em 1991 e 1992, e os títulos da Recopa, em 1999; Copa Ouro, em 1997 e Master, em 1995. O clube tem quatro títulos da Copa do Brasil: 1993, 1996, 2000 e 2003, um da Taça Brasil, em 1966, e um Brasileiro, de 2003. Venceu a Copa Sul-Minas em 2001 e 2002, e a Centro Oeste, em 1999. Atual bicampeão mineiro, soma 31 títulos estaduais. (AM)



Cruzeiro.Org - 25 anos

Comentários:  Clique aqui e deixe o seu comentário

Não há comentários para esta notícia.

 Twitter 

 Notícias   rss
15/05 - 04h28 [0 coment.]
COLAPSO: Ministério Público vê irregularidades além do normal

14/05 - 07h20 [0 coment.]
COLAPSO: Conselheiros avaliarão reformulação do Estatuto

13/05 - 18h31 [0 coment.]
COVID-19: Cruzeiro recebe autorização para retornar aos treinos

13/05 - 08h49 [0 coment.]
COLAPSO: Conselho Fiscal vai demorar a apreciar as contas de 2019

12/05 - 19h35 [0 coment.]
COLAPSO: Conselheiros excluídos terão direito a voto nas eleições

11/05 - 19h39 [0 coment.]
COLAPSO: Chapas para eleições em 21 de maio foram definidas

10/05 - 14h53 [0 coment.]
COLAPSO: Eleição será com cédula de papel e uso de máscara

09/05 - 06h43 [0 coment.]
Evandro anuncia a sua saída da equipe de vôlei do Sada Cruzeiro

>> Mais noticias
 Publicidade 


Cruzeiro.Org® Desde 1999 - Site Oficial da Torcida - ANO 21 - Contatos para Webmaster