Ola visitante, Clique aqui para conectar ao site

 Home | Noticias | Blog PHD | Charges | Colunistas | Competicoes | Especiais | 

Cruzeirenses pelo Mundo | Torcedor do Futuro | Servicos | Quem Somos 

*** AVISO - Se sua SENHA não estiver funcionando, peça uma nova que será enviada para seu e-mail - Se seu e-mail atual não estiver cadastrado, CADASTRE ***

 Acesso mais recente em 28-03-20 05h47min  |  Fonte: Portal Uai |  Qtd Leituras: 1027
Goytacaz quer fatia da venda de Jussiê

Baseado no Estatuto de Transferência de Jogadores da Fifa, expedido em 5 de julho de 2001 pelo presidente da entidade, Joseph Blatter, o Goytacaz de Campos, clube do interior fluminense por onde passou Jussiê, ainda como amador, está reivindicando na Justiça parte da quantia de sua possível venda do Cruzeiro para o Lens da França.



Para se precaver, o Goytacaz entrou com um agravo de instrumento no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro com o objetivo de impedir a venda dos direitos econômicos de Jussiê. O pedido foi acatado pela casa. Segundo o processo, a negociação será autorizada somente após haver “solução definitiva da demanda ressarcitória”.



Segundo o superintendente jurídico do Cruzeiro, Ildeu da Cunha Pereira Sobrinho, o clube ainda não foi notificado da decisão do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. No entanto, a tendência é que seja feito um acordo com o Goytacaz para que o agravo de instrumento seja retirado de modo a autorizar a transferência de Jussiê.



A segunda alternativa do Cruzeiro seria entrar com uma medida cautelar. “Mas já conversei com o presidente do Goytacaz e já estamos estudando uma composição”.



Pelo estatuto de transferências da Fifa, os clubes formadores têm direito a indenizações a cada contrato profissional que os seus ex-atletas assinam até completarem 23 anos. Como Jussiê tem apenas 21 anos, o argumento do Goytacaz é válido para a entidade maior do futebol. Os valores das indenizações dependem de vários fatores, entre eles o tempo em que o atleta amador esteve no clube formador.



Há dois anos, o Cruzeiro fez uso do estatuto da Fifa para receber uma indenização pela formação do “Fenômeno” Ronaldo. O processo, baseado na transferência do atleta da Inter de Milão para o Real Madrid, rendeu cerca de US$ 350 mil ao clube.



Ildeu da Cunha Pereira Sobrinho garante que o processo movido pelo Goytacaz de Campos não prejudicará a possível transferência de Jussiê para o Lens da França. A transação deverá ser fechada em cerca de 3,5 milhões de euros.


Cruzeiro.Org - 25 anos

Comentários:  Clique aqui e deixe o seu comentário

Não há comentários para esta notícia.

 Twitter 

 Notícias   rss
25/03 - 18h15 [1 coment.]
COVID-19: Atletas rejeitam redução de salários e pedem ajuda à CBF 

25/03 - 18h02 [1 coment.]
COVID-19: Federação Mineira anuncia paralisação até 30 de abril 

25/03 - 17h46 [1 coment.]
COLAPSO: Cruzeiro demite Aristóteles Loredo, diretor de TI do clube 

25/03 - 17h01 [1 coment.]
´Queremos que nasça um Cruzeiro mais forte, diz Ricardo Drubscky 

25/03 - 15h07 [1 coment.]
COVID-19: Jogadores se juntam por treino e atividade física 

25/03 - 13h35 [1 coment.]
Sada Cruzeiro poderá contar com Rodriguinho, após suspensão 

24/03 - 22h09 [1 coment.]
COVID-19: Cruzeiro concede férias à maioria dos funcionários 

24/03 - 17h26 [1 coment.]
Cruzeiro da início à expansão nos eSports e jogará a LBFF 2020 

>> Mais noticias
 Publicidade 


Cruzeiro.Org® Desde 1999 - Site Oficial da Torcida - ANO 21 - Contatos para Webmaster