Ola visitante, Clique aqui para conectar ao site

 Home   |   Blog PHD   |   Charges   |   Colunistas   |   Notcias   

ATENÇÃO COM SUA SENHA
Caso você tenha dificuldade com sua senha, peça uma NOVA. Se não receber uma nova, nos avise.

 Atualizado em 21-11-17 19h09min  |  Fonte: Superesportes/UAI/Cruzeiro.Org |  Qtd Leituras: 1161
Estreia no Br´17 com a maior pressão na história dos pontos corrido

O Campeonato Brasileiro de 2017 terá, já na primeira rodada, um duelo de equipes e treinadores pressionados: Cruzeiro e São Paulo, Mano Menezes e Rogério Ceni.

Com um início de ano complicado, eliminações precoces e derrotas inesperadas, os
treinadores começam a ser questionados antes mesmo do início da Série A. Justamente por isso, os dois técnicos veem, na principal competição nacional, o potencial de recuperar o trabalho e ´salvar` o ano.

O Cruzeiro iniciou a temporada com perspectiva de lutar por cinco títulos. O primeiro semestre nem chegou ao fim e as chances foram reduzidas a três: a Copa do Brasil, o Campeonato Brasileiro e a esquecida Primeira Liga. Após perder a final do Mineiro para o Atlético e ser eliminado da Copa Sul-Americana para o Nacional, do Paraguai, o Brasileirão é a grande oportunidade de o técnico Mano Menezes fazer um trabalho consistente, por se tratar de uma competição longa, de pontos corridos.

Este será o terceiro Campeonato Brasileiro de Mano Menezes à frente do Cruzeiro. Porém, será a primeira vez que o treinador iniciará a competição dirigindo o clube celeste. Nas outras duas oportunidades, em 2015 e 2016, o técnico chegou ao time com a disputa em andamento e com o objetivo de afastar o perigo do rebaixamento à Série B.

Mano Menezes encara o jogo contra o São Paulo não como um meio de afastar a pressão sobre seu trabalho, mas como a oportunidade de iniciar uma caminhada diferente da vivenciada pelo clube nos dois últimos anos. ´Não se trata de abrandar pressão, precisamos fazer bom início de Brasileiro porque os dois inícios anteriores foram ruins, e nós sabemos como eles terminaram: um longo campeonato com dificuldades. A gente sabe como é importante começar bem, temos um grande jogo no Mineirão diante do São Paulo, e nosso objetivo é esse, desde a primeira rodada até a última ser um Cruzeiro diferente do que foi nos últimos Campeonatos Brasileiros`, explicou.

Pelo fato de o Cruzeiro ter jogado no Paraguai na noite da última quarta-feira, o treinador celeste realizou apenas dois trabalhos antes do duelo deste domingo. Na sexta-feira, ele comandou um treino tático e um coletivo, fazendo duas mudanças em relação ao time que foi eliminado em Assunção. Caicedo saiu para a entrada de Dedé, por opção. Thiago Neves, a princípio poupado, não estará em campo. Alisson entrou na vaga do camisa 30. Rafael Sobis, poupado no duelo contra o Nacional, teve lesão confirmada na coxa esquerda e ficará fora do time por dois meses. Em sua vaga, permanecerá Ramón Ábila.

Além dessas mudanças feitas no treinamento de sexta, Mano terá que modificar a lateral direita do time. Isso porque, nesse sábado, a diretoria do clube celeste confirmou o empréstimo de Mayke ao Palmeiras até dezembro de 2018. A negociação envolveu a chegada do atacante Rafael Marques, que assinou em definitivo com o clube celeste, também até o fim de 2018. Para a posição, Mano tem a opção de escalar Lennon ou de improvisar o volante Lucas Romero. O argentino, testado nessa posição na sexta-feira, deve ser o titular.

Além da alteração na lateral direita e a entrada de Dedé no lugar de Caicedo, o Cruzeiro pode, também, ter outra mudança na defesa para enfrentar o São Paulo. O goleiro Fábio, que não tem sequência na equipe desde que sofreu lesão no joelho em 2016, pode retornar ao time titular. O técnico Mano Menezes, questionado sobre a possibilidade, disse que o torcedor só ficará sabendo no domingo.

Assim, o Cruzeiro deve entrar em campo com Rafael (Fábio), Lucas Romero (Lennon), Dedé, Leo e Diogo Barbosa; Henrique, Hudson, Rafinha, Arrascaeta e Alisson; Ramón Ábila.

São Paulo

Assim como o Cruzeiro, o São Paulo chega pressionado para o duelo deste domingo. Após ser eliminado para o rival Corinthians nas semifinais do Campeonato Paulista, para o Cruzeiro na 4ª fase da Copa do Brasil e, na última quinta-feira, para o Defensa y Justicia, da Argentina, em pleno Morumbi, na primeira fase da Copa Sul-Americana, o Campeonato Brasileiro aparece como a única oportunidade para o técnico Rogério Ceni salvar seu trabalho.

Este é o primeiro trabalho de Rogério Ceni como treinador. Ele chegou ao São Paulo com o respaldo de ter jogado por mais de 20 anos no clube, tendo defendido o gol são-paulino em 1.238 partidas. Porém, as três eliminações em cinco meses de trabalho começam a pressioná-lo no cargo.

Apesar do momento ruim do São Paulo, Mano Menezes não considera que as três eliminações tornam o Tricolor mais pressionado do que o Cruzeiro. ´Isso, sinceramente, não tem valor na prática. Na última vinda do São Paulo ao Mineirão, a pressão era muito maior, e o São Paulo fez um grande jogo de volta, venceu o Cruzeiro. Foi nossa primeira derrota na temporada, jogou muito bem o primeiro tempo, conseguimos equilibrar no segundo. Então, me parece, e eu costumo prestar atenção, e assisti ao jogo do São Paulo, às entrevistas, à entrevista do Rogério (Ceni) no final, que eles têm uma ideia muito clara do que querem fazer. As dificuldades que estão tendo, a eliminação de quinta à noite, isso não é agradável, mas faz parte de uma trajetória. E a gente sabe que os jogos do Brasileirão serão difíceis, pela qualidade das equipes, e o Cruzeiro também vai ter que ter qualidade de jogo para fazer parte de outra turma este ano. Esse é nosso objetivo desde a primeira rodada, é assim que vamos enxergar o jogo com o São Paulo e depois vamos pensar nos outros próximos adversários. Não esperamos nenhuma facilidade não, exatamente como foram os últimos jogos que jogamos, tanto no Morumbi como no Mineirão`, comentou o treinador celeste.

Para este duelo, Rogério Ceni não terá o meio-campista Wesley e o atacante Morato, lesionados. Assim, a provável escalação do São Paulo terá Renan Ribeiro; Buffarini, Maicon, Rodrigo Caio e Júnior Tavares; Jucilei, Thiago Mendes e Cícero; Cueva, Luiz Araújo e Lucas Pratto.

Relacionados

A comissão técnica do Cruzeiro leva 22 jogadores convocados para a partida de estreia do time no Campeonato Brasileiro, contra o São Paulo.

A principal baixa do técnico Mano Menezes para o confronto contra o Tricolor é o meia Thiago Neves. O jogador foi poupado dos últimos dois treinos do Cruzeiro e não ficará nem no banco.

Mano também sofreu um desfalque importante na lateral direita. O titular da posição nas última partidas, Mayke, foi cedido por empréstimo para o Palmeiras e não participa do jogo. Como Ezequiel ainda se recupera de lesão, o treinador tem apenas o jovem Lennon para a posição. Durante os últimos treinos, o técnico indicou que estuda improvisar o volante Lucas Romero na lateral. Por isso, Mano convocou o volante Nonoca para repor Romero no banco.

No ataque, o treinador também continua sem poder contar com o atacante Rafael Sobis e o meia Elber, lesionados. Com isso, a segunda novidade fica por conta do retorno do meia Alex à lista.

Goleiros: Fábio, Lucas França e Rafael
Lateral-direito: Lennon
Zagueiros: Dedé, Kunty Caicedo e Leo
Laterais-esquerdos: Diogo Barbosa, Fabrício e Bryan
Volantes: Henrique, Hudson, Lucas Romero, Lucas Silva e Nonoca
Meias: Alex, De Arrascaeta e Rafinha
Atacantes: Alisson, Raniel e Ramón Abila

Ficha Técnica

CRUZEIRO X SÃO PAULO

Motivo: 1ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro
Local: Mineirão, em Belo Horizonte
Data e horário: 14 de maio (domingo), às 16h

Cruzeiro - Rafael; Romero/Lennon, Léo, Dedé e Diogo Barbosa; Henrique, Hudson, Rafinha, Arrascaeta e Alisson; Ábila. Técnico: Mano Menezes

São Paulo - Renan Ribeiro; Buffarini, Maicon, Rodrigo Caio e Júnior Tavares; Jucilei, Thiago Mendes e Cícero; Cueva, Luiz Araújo e Pratto. Técnico: Rogério Ceni

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (CBF-RJ)
Assistentes: Dibert Pedrosa Moises (CBF-RJ) e Michael Correia (CBF-RJ)


#MudaEstatutoCEC

/elo


De Jure - Coworking

Comentrios:  Clique aqui e deixe o seu comentrio

 fabio velame | Governador Valadares | 14-05-17 15h36min
Mano sacaneou com o goleiro Rafael, Fábio será titular hoje.
 pyxis | BHZ | 14-05-17 18h24min
Uma boa e merecida vitória.
Até que enfim vencemos os bambis sem maiores problemas.
Um torcedor atrás de mim xingava Ábila e Alisson desde os 15´. E pedia a entrada de Lucas Silva no lugar de Hudson. Este tipo de torcedor vive neste planeta? Deve acompanhar o Cruzeiro somente pelo rádio.
Mano me deixou MUITO irritado nos últimos oito dias. E fechou a semana com chave de Ouro ao se ACOVARDAR na questão do goleiro... e tem que defende este técnico SACANA.
 Cleber 6a1o Costa | Belo Horizonte | 14-05-17 18h30min
Fabio estava agitando uma panelinha ja que o tecnico nao escalava
Teve ate pastora puxando a orelha de jogador pregador.
BMG ainda vive rodando o cruzeiro
Espero que o time entrose por si so.
 Dr.Magno* | BH | 14-05-17 18h40min
O Cruzeiro voltou apresentar um futebol com nível técnico bem abaixo. Faltam tudo no time para brigar por alguma coisa esse ano. Tem que melhorar muito e ser outro time.
O Alisson e Dedé foram os melhores da partida. Já Lucas Silva entrou perdido no jogo. Gostei da maturidade do Raniel, o menino é bola.
E quem diz que treinador não faz tanta diferença, basta analisar o time do Palmeiras sem CUCA e com CUCA. Até o Borja voltou a marcar gols.
 Dr.Magno* | BH | 14-05-17 18h50min
Douglas, Marcus Wendel e Ronaldo: o futebol carioca tem três meio-campistas de muita qualidade em potencial. Veremos o desfecho disso...
 marco | Curitiba | 15-05-17 07h50min
Valeu pelos 3 pontos(e muito em se tratando de SP) e para dar ritmo ao Dedé. No mais, vitória magra e futebol pequeno. MM vai mostrando que é um técnico limitado e sem variações táticas. Temo que teremos mais um ano de jejum de títulos.
 tiago_zeroo | Belo Horizonte | 15-05-17 08h49min
Péssimo jogo do Arrascaeta, não acertava uma, pra mim o pior em campo. Destaque pra zaga, Leo muito bem por baixo e Dedé dá uma segurança maior nas bolas aéreas. Cruzeiro não sabe jogar em vantagem pois o contra-ataque é ineficiente, nossos 'criadores' esse ano vão muito mal.
 tiago_zeroo | Belo Horizonte | 15-05-17 08h52min
Não podemos deixar de mencionar que temos meio time de jogadores importantes (ou pelo menos podem ser) no DM. Isso faz uma enorme diferença.
 mrr | Natal | 15-05-17 13h13min
O desempenho do Arrascaeta não me assusta. Pq digo isso? Percebo no hermano alguns traços como a falta de mínima condição física, o fato de enrolar em demasia com a bola quando vai tentar driblar e a cabeça baixa. O próprio Tostão e Júnior já criticaram muito essa falta de fundamento na atualidade. Se destaca mais quando tem alguém mais criativo ao lado que puxa marcação, o deixando livre, mas ainda sim é facilmente marcado.
 Twitter 

 Notcias   rss
20/11 - 07h30 [0 coment.]
Zagueiro Léo lançará livro ´A Quinta Estrela` sobre a CopaBr´17 

19/11 - 12h33 [1 coment.]
Sada Cruzeiro FA vira nos minutos finais e garante-se no Brasil Bowl 

19/11 - 11h46 [1 coment.]
Cruzeiro prossegue no Brasileiro em busca de melhor posicionamento 

18/11 - 17h37 [1 coment.]
Líder da Superliga, Sada Cruzeiro vence clássico citadino por 3 a 0 

17/11 - 19h32 [1 coment.]
Cruzeiro assegura três dos seus cinco patrocinadores para 2018 

17/11 - 08h26 [1 coment.]
Jogadores do Cruzeiro começam a se manifestar sobre salários 

17/11 - 07h19 [1 coment.]
Sub23 faz campanha pífia e é eliminado do Brasileiro de Aspirantes 

16/11 - 19h02 [1 coment.]
FMF demonstra toda a sua parcialidade na tabela do Mineiro´18 

>> Mais noticias
 Publicidade 


Cruzeiro.Org 1999-2017 - Site Oficial da Torcida - Contatos para Webmaster