Ola visitante, Clique aqui para conectar ao site

 Home   |   Blog PHD   |   Charges   |   Colunistas   |   Notícias   

*** ATENÇÃO - Atualize seus dados e concorra a ingressos para jogos na Toca III ***

 Atualizado em 18-11-18 23h31min  |  Fonte: Superesportes/UAI |  Qtd Leituras: 166
Reservas do Cruzeiro encontram dificuldades e perdem no RJ


Os reservas do Cruzeiro saíram mais uma vez derrotados de campo neste domingo, no Rio de Janeiro. Gols de Yago Pikachu e Maxi López, em falhas de marcação de Patrick Brey e Lucas Silva, respectivamente, determinaram a vitória do Vasco por 2 a 0, em São Januário. Mancuello ainda acabou expulso na reta final do segundo tempo e impediu qualquer tentativa de reação dos mineiros na partida válida pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, a Raposa caiu uma posição na tabela e agora ocupa a 10ª colocação.

Mano Menezes preservou os titulares já de olho no segundo e decisivo compromisso pela final da Copa do Brasil, contra o Corinthians, na próxima quarta-feira, às 21h45, em São Paulo. Já a próxima partida da Raposa pelo Campeonato Brasileiro será contra a Chapecoense, no próximo domingo (dia 21 de outubro), às 19h, no Independência.

O JOGO

Com um time formado apenas por jogadores reservas, o Cruzeiro sentiu falta de entrosamento para conseguir criar as jogadas ofensivas no primeiro tempo em São Januário. Ainda assim, apesar de praticamente não conseguir agredir o Vasco, os mineiros também não passaram grandes sustos. Como de praxe nas equipes de Mano Menezes, a marcação cruzeirense se mostrou segura na maior parte do tempo.

A principal tentativa do Cruzeiro no primeiro tempo foi com David, aos 13'. O atacante fez boa jogada individual pela esquerda, cortou para o meio e ainda fintou dois marcadores antes de finalizar. A bola desviou em Werley e quase complicou o goleiro Fernando Miguel, que precisou espalmar para a linha de fundo. Essa foi a única chance clara de gol do primeiro tempo do duelo no Rio de Janeiro.

Na volta do intervalo, depois de muitas vaias do torcedor no fim do primeiro tempo, o Vasco resolveu correr atrás do resultado. Logo na primeira jogada de ataque da equipe, aos 3', o primeiro gol. Jogador mais perseguido pela torcida alvinegra, o lateral-esquerdo Fabrício ganhou de Cacá, levou a bola até a linha de fundo e encontrou Yago Pikachu livre de marcação na pequena área. O goleador teve apenas o trabalho de colocar a bola para dentro do gol de Rafael. 1 a 0.

O gol do Vasco mudou a história do segundo tempo. O jogo ficou mais aberto e ganhou velocidade. Mano Menezes logo acionou Sassá e Raniel, que estavam no banco de reservas. Com a dupla em campo, o Cruzeiro chegou com David, aos 7', em falha na saída de bola dos donos da casa. Por pouco o camisa 11 não marcou. Três minutos depois, foi Sobis que teve chance de finalizar, mas o chute saiu sem força.

No momento em que o Cruzeiro agredia o Vasco e chegava ao gol adversário com mais perigo, o Vasco aproveitou falha defensiva dos mineiros para ampliar o placar. Aos 24', Lucas Silva foi desarmado por Maxi López na entrada da área. O atacante bateu colocado e acertou o canto esquerdo de Rafael. 2 a 0. Para piorar a situação da Raposa, Mancuello acabou expulso dois minutos depois do tento por entrada dura em Andrey. O cartão vermelho impediu qualquer tentativa de reação dos mineiros na partida e determinou mais uma derrota dos reservas cruzeirenses.

FICHA TÉCNICA

VASCO x CRUZEIRO

Motivo: 29ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)

Data e horário: 14 de outubro de 2018 (domingo), às 16h
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (SP)
Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Bruno Salgado Rizo (SP)

Público pagante: 10.841 pessoas
Público presente: 11.376 pessoas
Renda: R$ 249.945,00

Vasco - Fernando Miguel; Luíz Gustavo, Werley e Leandro Castán (Henríquez); Ramon, Brun Ritter, Andrey, Bruno Cosendey (Henrique) e Fabrício (Giovanni Augusto); Yago Pikachu e Maxi López. Técnico: Alberto Valentim.

Cruzeiro - Rafael; Ezequiel, Cacá, Murilo e Patrick Brey; Lucas Silva e Bruno Silva (Sassá); Rafael Sobis, Mancuello e David (Rafael Santos); Fred (Raniel). Técnico: Mano Menezes.

Gols: Yago Pikachu (aos 3'2ºT) e Maxi López (aos 24'2ºT)

Cartões amarelos: Andrey, Leandro Castán, Jordi, Werley, Maxi López, Luíz Gustavo (Vasco); Bruno Silva (Cruzeiro)
Cartão vermelho: Mancuello (Cruzeiro)

/elo


Cruzeiro.Org - 25 anos

Comentários:  Clique aqui e deixe o seu comentário

Não há comentários para esta notícia.

 Twitter 

 Notícias   rss
15/11 - 08h59 [1 coment.]
A pedido da Rede Globo, CBF irá remanejar calendário de estaduais 

15/11 - 08h17 [2 coment.]
Cruzeiro vence Corínthians (SP) com time totalmente modificado 

14/11 - 16h17 [0 coment.]
Cruzeiro deve terceirizar equipe de futebol feminino em 2019 

13/11 - 16h12 [0 coment.]
Cruzeiro tem 15 dos 31 atletas de seu grupo com mais de 100 jogos 

12/11 - 18h53 [0 coment.]
Equipe de atletismo tem final de semana vitorioso Brasil afora 

11/11 - 16h26 [0 coment.]
Os projetos de Itair Machado para o segundo ano de gestão no clube 

10/11 - 16h00 [0 coment.]
Sada Cruzeiro conquista dificil vitória sobre o Maringá na Superliga 

09/11 - 07h02 [0 coment.]
Sada Cruzeiro vence Corínthians em noite inspirada de Le Roux 

>> Mais noticias
 Publicidade 


Cruzeiro.Org® 1999-2018 - Site Oficial da Torcida - Contatos para Webmaster