Ola visitante, Clique aqui para conectar ao site

 Home   |   Blog PHD   |   Charges   |   Colunistas   |   Notícias   

*** ATENÇÃO - Atualize seus dados e concorra a ingressos para jogos na Toca III ***

 Atualizado em 18-11-18 23h35min  |  Fonte: Cruzeiro.Org (*) |  Qtd Leituras: 731
Cruzeiro contra tudo e contra todos na luta pelo hexa da CopaBr

Há pouco mais de um ano, os torcedores cruzeirenses ainda curtiam a ‘ressaca’ do título da Copa do Brasil. Na cabeça de cada um, certamente havia o pensamento: ‘ano que vem é conquistar a Libertadores’. O sonho do tri continental foi interrompido nas quartas de final pelo Boca Juniors.

Mas a briga pelo hexa da competição nacional está viva, muito viva. O placar de 1 a 0 construído no jogo de ida, no Mineirão, representa uma vantagem gigante para o ‘estilo Mano Menezes’. Conhecido por montar bons sistemas defensivos, o treinador provavelmente preparou um time compacto na marcação e veloz nos contra-ataques para segurar a pressão do Corinthians.

E nas arquibancadas, os 2.400 celestes terão o desafio de cantar mais alto que 45 mil vozes corintianas. O duelo de volta da decisão está marcado para as 21h45 desta quarta-feira. O Superesportes acompanha a movimentação em tempo real no estádio a partir das 19h.

Dois dos cinco títulos da Copa do Brasil do Cruzeiro foram conquistados contra clubes paulistanos. Em 1996, o Palmeiras dos craques Cafu, Djalminha, Luizão, Rivaldo e Müller sucumbiu diante dos aguerridos Roberto Gaúcho e Marcelo Ramos, autores dos gols cruzeirenses, e do ‘paredão’ Dida, responsável por defesas milagrosas durante os 90 minutos. A vitória de virada, por 2 a 1, surpreendeu até mesmo boa parte da imprensa esportiva. Já em 2000, todo torcedor celeste com mais de 25 anos de idade certamente se recordará do gol de falta de Geovanni, aos 43min do segundo tempo, que garantiu o triunfo por 2 a 1 sobre o São Paulo, e enlouqueceu 85 mil torcedores no Mineirão. Qualquer empate com gols naquela ocasião daria o título à equipe tricolor por causa do regulamento do gol qualificado fora de casa, extinto em todas as fases da competição em 2018.

Mas o Cruzeiro não precisa de uma longa viagem no tempo para se inspirar nessa decisão. No grupo atual há 20 jogadores com Copa do Brasil no currículo. Dezessete são remanescentes do elenco campeão em 2017. As exceções são o lateral-esquerdo Egídio (campeão por Flamengo, em 2006, e Palmeiras, em 2015), o lateral-direito Edilson (campeão pelo Grêmio, em 2016) e o atacante Barcos (campeão pelo Palmeiras, em 2012).

Dois dos integrantes do time do ano passado conquistaram a Copa do Brasil por outros clubes: Robinho, pelo Palmeiras (2015), e Thiago Neves, a serviço do Fluminense (2007). Já o goleiro Fábio era reserva de André no time do Cruzeiro vencedor do torneio de mata-mata em 2000.

A experiência será um fator positivo para os comandados de Mano Menezes. Dos 11 titulares, 10 têm mais de 30 anos: Fábio (38), Edilson (32), Dedé (30), Leo (30), Henrique (33), Ariel Cabral (31), Robinho (30), Thiago Neves (33), Rafinha (35) e Barcos (34). Apenas o lateral-esquerdo será jovem. Por causa da suspensão de Egídio, Mano terá de escolher entre o especialista Marcelo Hermes, de 23, e o improvisado Lucas Romero, de 24.

´É um jogo muito importante para nós, uma decisão importante. A gente precisa muito ganhar essa Copa do Brasil para fechar bem o nosso ano e pensar também no ano que vem`, disse Romero, desconversando em seguida sobre a possível titularidade na lateral. ´Não conversamos nada. Estamos treinando, mas ele (Mano Menezes) não falou nada. Seguramente amanhã, na palestra, o treinador conversará com a gente`.

Concorrente à Bola de Ouro da Copa do Brasil ao lado do corintiano Jadson, o zagueiro Dedé confia na conquista do título para coroar o bom ano da equipe. ´Essa partida vai concretizar o bom trabalho que fizemos durante este período todo. Apesar de termos saído da Copa Libertadores e ficado um pouco afastado do Brasileiro, o ano está sendo muito bom, com muitas decisões e graças a Deus, na grande maioria, fomos muito bem. Sabemos que será muito difícil jogar lá. Mas será importante demais para nossa temporada, para a diretoria, a torcida e nós atletas cravando nosso nome na história do clube`.

Caso supere o Corinthians, o Cruzeiro chegará ao sexto título da Copa do Brasil e se tornará de maneira isolada o maior campeão da competição, deixando o Grêmio para trás, com cinco títulos. O Corinthians, por sua vez, almeja o quarto troféu. Para celebrar a vitória, a equipe orientada por Jair Ventura necessita de triunfo por dois gols de vantagem. Por isso, o treinador não descarta começar a partida com Pedrinho, além de escalar o centroavante Jonathas, cria da Toca I, entre os titulares. O ganhador do confronto acumulará R$ 61,9 milhões em prêmio, sendo R$ 50 milhões pelo título e R$ 11,9 milhões acumulados nas fases anteriores.


ESTATÍSTICAS DO CONFRONTO

Jogos: 86

Vitórias: 27
Empates: 21
Derrotas: 38

Saldo: -11

Gols marcados: 97
Gols sofridos: 115
Saldo: -18

Partida mais recente (Jogo 86)
Cruzeiro 1 x 0 Corínthians - 10/10/2018
Copa do Brasil
Toca III - Belo Horizonte (MG)


FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS X CRUZEIRO

Motivo: Final da Copa do Brasil - Jogo da Volta
Estádio: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Data: quarta-feira, 17 de outubro de 2018
Horário: 21h45

Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (FIFA/RJ)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa (FIFA/RJ)
Árbitro de vídeo: Wilton Pereira Sampaio (FIFA/GO)

CORINTHIANS - Cássio; Fagner, Léo Santos (Pedro Henrique), Henrique e Danilo Avelar; Ralf e Douglas; Pedrinho (Clayson), Jadson, Mateus Vital (Jonathas) e Romero. Técnico: Jair Ventura

CRUZEIRO - Fábio; Edilson, Dedé, Leo e Lucas Romero (Marcelo Hermes); Henrique e Ariel Cabral; Robinho, Thiago Neves e Rafinha; Barcos. Técnico: Mano Menezes

/elo


Cruzeiro.Org - 25 anos

Comentários:  Clique aqui e deixe o seu comentário

 marco | Curitiba | 17-10-18 14h36min
Torço por um bom jogo e que o MM não invente na escalação e nas substituições. E que a arbitragem seja imparcial (como foi no primeiro jogo).
 marco | Curitiba | 18-10-18 07h36min
E veio o HEXA! Grande jogo de ontem, quase estragado pela arbitragem. É incrível que até com VAR tem pênalti roubado pros gambás! Mas superamos tudo e todos e somos campeões. Que isto não sirva para encobrir as falhas do MM em muitos jogos e das contratações fracassadas deste ano. Agora é terminar o brasileiro de forma digna e reformular o elenco para 2019.
 fabio velame | Governador Valadares | 18-10-18 08h51min
Título merecido e soberania na Copa do Brasil. Seria terrível não conquistar o título. Mesmo com o título a diretoria precisa avaliar o elenco para o ano que vem. Algumas peças não dá mais para contar, inclusive dois titulares que marcaram gols nessas finais (TN30 e Robinho).
 estrelado campeao | Ubá  | 18-10-18 14h07min
É HEXA. Sem mais. Valeu Cruzeiro.
 Twitter 

 Notícias   rss
15/11 - 08h59 [1 coment.]
A pedido da Rede Globo, CBF irá remanejar calendário de estaduais 

15/11 - 08h17 [2 coment.]
Cruzeiro vence Corínthians (SP) com time totalmente modificado 

14/11 - 16h17 [0 coment.]
Cruzeiro deve terceirizar equipe de futebol feminino em 2019 

13/11 - 16h12 [0 coment.]
Cruzeiro tem 15 dos 31 atletas de seu grupo com mais de 100 jogos 

12/11 - 18h53 [0 coment.]
Equipe de atletismo tem final de semana vitorioso Brasil afora 

11/11 - 16h26 [0 coment.]
Os projetos de Itair Machado para o segundo ano de gestão no clube 

10/11 - 16h00 [0 coment.]
Sada Cruzeiro conquista dificil vitória sobre o Maringá na Superliga 

09/11 - 07h02 [0 coment.]
Sada Cruzeiro vence Corínthians em noite inspirada de Le Roux 

>> Mais noticias
 Publicidade 


Cruzeiro.Org® 1999-2018 - Site Oficial da Torcida - Contatos para Webmaster