Ola visitante, Clique aqui para conectar ao site

 Home   |   Blog PHD   |   Charges   |   Colunistas   |   Notcias   

*** AVISO - Se sua SENHA não estiver funcionando, peça uma nova que será enviada para seu e-mail - Se seu e-mail atual não estiver cadastrado, CADASTRE ***

 Atualizado em 17-02-20 10h34min  |  Fonte: Cruzeiro.Org (*) |  Qtd Leituras: 290
Cruzeiro empata com América (MG) no primeiro clássico da temporada


Em um jogo parelho, Cruzeiro e América ficaram no 1 a 1, neste domingo, no Mineirão, pela 5ª rodada do Campeonato Mineiro. Depois de um primeiro tempo sonolento, o Coelho abriu o placar com Ademir, aos 24 minutos da epata final. A Raposa empatou com Maurício, aos 32'.

O próximo compromisso do Cruzeiro é pela Copa do Brasil. O clube celeste enfrenta o São Raimundo, na quinta-feira, às 21h30, no estádio Canarinho, em Boa Vista, em Roraima. O jogo é eliminatório, e a Raposa avança com um empate. Por sua vez, o América enfrenta o Coimbra na segunda-feira (17), no Independência, às 20h30, pela 6ª rodada do Estadual.


O JOGO


Estilos diferentes marcam primeiro tempo equilibrado

Com estratégias diferentes para atacar o adversário, Cruzeiro e América tiveram uma etapa inicial limpa, bem jogada, mas sem gols e com muito equilíbrio. Jogando mais pelos lados, o América teve mérito em roubar bolas na saída de bola celeste, mas desperdiçou boas chances por falta de capricho. O Cruzeiro teve menor posse, mas jogou nas costas dos volantes adversários e teve sucesso nas inversões de bola e nos lançamentos direto. Por terra, porém, pecou demais na transição, errando passes simples.

O clássico começou muito estudado. América e Cruzeiro se lançaram pouco ao ataque e trabalharam a bola no meio de campo. Poucas chances foram criadas. Mandante da partida, o time celeste enfrentou dificuldade de se impor e de superar a forte defesa do Coelho, que arriscava na velocidade de Ademir, um dos melhores em campo.

Quem criou a primeira chance de gol foi o time de Lisca. Aos 16 minutos, mesmo com forte marcação, Fábio cobrou o tiro de meta para Machado dentro da área. No sufoco, ele tentou sair jogando. A bola sobrou para João Lucas, que não conseguiu afastar o perigo. Ademir roubou e cruzou na medida para Felipe Augusto. Livre dentro da área, ele chutou muito mal e perdeu uma oportunidade clara.

O Cruzeiro tentou responder aos 19', com Roberson. A bola sobrou para ele na entrada da área, após rebatida da defesa. O atacante arriscou, mas sem direção. Sem muita qualidade e com dificuldade de fazer o jogo fluir, a Raposa seguiu tentando. Aos 28', Everton Felipe arriscou de fora da área, mas o chute saiu fraco.


Segundo tempo começa elétrico

O Cruzeiro voltou mais disposto no segundo tempo. Como o América não se acanhou e também seguiu em busca do seu gol, a partida ganhou em emoção. Marco Antônio entrou para deixar a Raposa mais organizada na frente, além de dividir as criações com Mauricio. De longe, Filipe Machado quase marcou. Pouco depois, o Coelho deu o troco na cabeçada venenosa de Ademir, que assustou o goleiro Fábio.

No segundo tempo, para superar a fortaleza americana, a Raposa começou a tentar de fora da área. Aos 13', Machado arriscou. A bola passou próxima ao travessão. Mas foi o Coelho quem voltou melhor. Aos 14 minutos, Ademir tentou de cabeça e quase marcou.

Arriscando mais, o América conseguiu balançar as redes em uma jogada que contou com falha coletiva da defesa do Cruzeiro. Aos 24', pelo lado direito da defesa celeste, Felipe Augusto chegou na linha de fundo livre. Edilson ficou apenas observando. O americano cruzou na medida para Ademir, sem marcação, abrir o placar: 0 a 1.

No talento individual de Maurício e com a colaboração do goleiro Airton, a Raposa conseguiu o empate pouco tempo depois. Aos 32', o meia arriscou de fora da área. A bola foi no ângulo. O arqueiro americano conseguiu voar para fazer a defesa, mas espalmou para as redes: 1 a 1.

Meia Mauricio chama responsabilidade de novo

O jovem Mauricio já chamava atenção mesmo quando Rodriguinho ainda estava no Cruzeiro. Agora, mesmo com a saída do veterano, o meia continua se destacando de forma positiva em campo. Além de concentrar as principais ações ofensivas do Cruzeiro, o meia ainda tirou a tensão do torcedor no segundo tempo, acordou o time com um golaço e evitou a derrota celeste no Mineirão.

Mauricio marca golaço e evita derrota do Cruzeiro

Depois de sofrer o gol, o Cruzeiro perdeu a intensidade que tinha mostrado até o momento. A partida parecia se arrastar para uma vitória simples do América, mas o garoto Mauricio chamou a responsabilidade mais uma vez e aliviou a torcida celeste. Ao receber de fora da área, o melhor jogador do Cruzeiro neste início de ano soltou uma bomba de perna esquerda que foi morrer no ângulo do goleiro Airton.


ATUAÇÕES

Jhonata Robert - Ganhou nova oportunidade como titular, mas não aproveitou. Muito isolado na direita, perdeu quase todas no mano a mano. Foi substituído no intervalo. Nota: 4,0

Maurício - Mostrou, em um lance, por que se espera tanto dele. Não estava bem, mas, a bola que teve, colocou no ângulo de Airton, dando o ponto ao Cruzeiro. Nota: 7,0

Filipe Machado - Mesmo com a falha diante do Tupynambás, ganhou nova oportunidade e mostrou evolução. Muito firme na marcação, conseguiu boas antecipações e quase marcou um golaço no início do segundo tempo. Nota: 6,0


AS NOTAS - Fábio(5), Edilson(4,5), Cacá(5,5), Léo(5,5), João Lucas(5,5), Filipe Machado(6), Jadsom(4,5), Judivan(Sem Nota), Maurício(7), Éverton Felipe(5,5), Jhonata Robert(4), Marco Antônio(5,5), Roberson(4,5), Welinton (5).


ESTATÍSTICAS DO CONFRONTO

Jogos: 370

Vitórias: 157
Empates: 112
Derrotas: 101
Saldo: 56

Gols do Cruzeiro: 658
Gols do América: 526
Saldo de gols: 132

Partida Anterior (Jogo 369)
Cruzeiro 3 x 0 Cruzeiro - 6/abr/2019
Mineiro 2019
Toca 3 - Belo Horizonte (MG)


CURIOSIDADES

Tabu mantido

Enquanto esteve à frente do marcador, o América estava derrubando um tabu de 18 anos. Desde 2002, o Coelho não vence o Cruzeiro dentro do Mineirão. Com o jejum mantido, a equipe terá pelo menos mais uma oportunidade de superar o rival, já que as equipes já possuem compromisso certo em jogo válido pela Série B do Brasileirão.

No Mineiro

As duas equipes se enfrentaram 225 vezes pelo Campeonato Mineiro, incluindo as partidas pelo Campeonato da Cidade, com 104 vitórias do Cruzeiro, 67 empates e 54 vitórias do América-MG. O Cruzeiro marcou 379 gols e sofreu 274.

Na Toca 3

Foram 135 confrontos no Mineirão, com 66 vitórias do Cruzeiro, 44 empates e 25 vitórias do América-MG. O Cruzeiro marcou 217 gols e o América-MG 123. Ainda na Toca 3, pelo Estadual, houve 110 partidas entre os adversários. O Cruzeiro venceu 55 delas, empatou 37 e perdeu 18, com 164 gols marcados e 87 sofridos.

Artilheiros

48 gols – Niginho
35 gols – Alcides
28 gols – Ninão
25 gols – Bengala
15 gols – Orlando
13 gols – Guerino
12 gols – Abelardo


FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 1 X 1 AMÉRICA

Motivo: 5ª rodada do Campeonato Mineiro
Estádio: Mineirão
Horário: 16h
Árbitro: Wanderson Alves de Souza
Assistentes: Pablo Almeida Costa e Leonardo Henrique Pereira

Renda: R$ 337.203,00
Público Presente: 21.902
Público Pagante: 19.330

Cruzeiro - Fábio; Edílson, Cacá, Leo e João Lucas; Filipe Machado, Jadsom (Judivan), Éverton Felipe, Maurício e Jhonata Robert (Marco Antônio); Roberson (Weliton). Técnico: Adílson Batista.

América - Aírton; Leandro Silva (Diego Ferreira), Lucas Kal, Eduardo Bauermann e João Paulo; Zé Ricardo, Juninho, Alê e Ademir (Rickson): Felipe Augusto (Leo Passos) e Rodolfo. Técnico: Lisca.

Gols: Ademir (América) e Maurício (Cruzeiro)

Cartão amarelo: Zé Ricardo (América). Machado, Edilson, Jadsom e Adriano (Cruzeiro).


(*)Com material de Cruzeiro Site Oficial / GloboEsporte.Com / Portal UAI / UOL Esportes

/elo


Cruzeiro.Org - 25 anos

Comentrios:  Clique aqui e deixe o seu comentrio

 pyxis | BHZ | 09-02-20 20h02min
Como indicou o Adílson, uma partida difícil e um teste do que vai ser a Série B e a Copa do Brasil nas primeiras fases.
Estamos evoluindo mas ainda faltam muitos detalhes. A vitória poderia vir, mas alguns erros ´mataram` esta possibilidade.
 pyxis | BHZ | 09-02-20 20h05min
Estes caras que dão notas são muito doidos.
Melhor em campo: Maurício
Pior em campo: Jonatha Robert
Herói do jogo: Maurício
Vilão do jogo: Edílson
Minas Notas - Fábio(5,5), Edilson(4), Cacá(5,5), Léo(5,5), João Lucas(5,5), Filipe Machado(5,5), Jadsom(6,5), Judivan(Sem Nota), Maurício(7), Éverton Felipe(6), Jhonata Robert(3,5), Marco Antônio(6), Roberson(5), Welinton (4,5). Adílson Batista(6).
 Twitter 

 Notcias   rss
16/02 - 07h18 [0 coment.]
Sada Cruzeiro vence UPCN e é 7 vezes campeão da América do Sul  

15/02 - 18h56 [0 coment.]
COLAPSO: Aliados de Wagner Pires são hostilizados na Sede Campestre 

15/02 - 10h27 [0 coment.]
Cruzeiro adquire direitos econômicos e federativos do atacante Thiago 

15/02 - 08h49 [0 coment.]
COLAPSO: Cruzeiro lança, bem tardiamente, Portal da Transparência 

15/02 - 05h44 [0 coment.]
COLAPSO: Cruzeiro e o goleiro Rafael acertam rescisão de contrato 

14/02 - 23h30 [0 coment.]
Sada Cruzeiro vence EMS Taubaté e busca hepta Sul-americano 

14/02 - 07h45 [1 coment.]
Cruzeiro empata com São Raimundo e classifica-se na CopaBr 2020 

13/02 - 21h14 [1 coment.]
Cabulosas ganham sua segunda partida pelo Brasileiro Feminino A1 

>> Mais noticias
 Publicidade 


Cruzeiro.Org Desde 1999 - Site Oficial da Torcida - ANO 21 - Contatos para Webmaster