Ola visitante, Clique aqui para conectar ao site

 Home   |   Blog PHD   |   Charges   |   Colunistas   |   Notícias   

*** Se tiver problemas com sua senha, clique em ESQUECI MINHA SENHA e receba uma nova ***

 Atualizado em 16-06-19 19h48min  |  Fonte: Estado de Minas |  Qtd Leituras: 1004
Kelly chega e pede tempo

O jogador, no entanto, foi logo avisando que vai precisar de mais tempo para estar em condições de atuar e sua estréia não será no primeiro jogo pelo Campeonato Mineiro, dia 29, contra o Democrata-SL, no Mineirão.



“Vou precisar de um tempo maior para estar 100% em forma. A exigência física do futebol brasileiro é maior que no Japão e quero estrear bem”, alega Kelly, que disputou sua última partida pelo Tokio, em 19 de dezembro, pela Copa do Imperador. Uma lesão na panturrilha, no início de 2004, atrapalhou o rendimento do jogador durante todo o ano passado.



Kelly se destacou no Atlético-PR, mas deixou o clube em 2001, antes da conquista do título brasileiro daquele ano. Mesmo assim, ele não lamenta a experiência de quatro anos no futebol japonês: “Foi importante para minha carreira. Estou mais experiente e motivado por voltar ao Brasil”.



O armador, contratado até dezembro, a pedido do técnico Levir Culpi, espera repetir no Cruzeiro seus bons momentos no time paranaense, quando jogou ao lado de Adriano. “Vou trabalhar para mostrar um futebol melhor que aquele do Atlético-PR. No Japão, também tive momentos muito bons”, conta Kelly, que também já jogou com Athirson, no Flamengo, em 1997. “Sou profissional e vou me dedicar ao máximo pelo Cruzeiro.”



Apesar de ter começado como atacante, no Bragantino, em 1991, Kelly prefere atuar como armador: “Eu me sinto melhor nessa posição, vindo de trás, para armar a equipe. Nunca fui goleador nato, mas acho que todos os armadores têm responsabilidade de finalizar”.



O novo reforço cruzeirense também fez questão de frisar que não vem para ser substituto de Alex. “Cada jogador faz sua história num clube. Todo mundo quer mostrar seu trabalho e vou buscar meu espaço. Não tenho responsabilidade de assumir o lugar do Alex”, destaca. Clesly Evandro Guimarães ganhou o apelido de Kelly na infância, por não gostar que dissessem que era namorado de uma menina com esse nome.



Cruzeiro.Org - 25 anos

Comentários:  Clique aqui e deixe o seu comentário

Não há comentários para esta notícia.

 Twitter 

 Notícias   rss
15/06 - 08h24 [0 coment.]
Marcelo Djian anuncia planos para jovens promessas da base 

14/06 - 23h30 [0 coment.]
CNRD nega embargos declaratórios ao processo movido contra Fred 

13/06 - 22h36 [1 coment.]
Cruzeiro estará na ZR4 do Br´19 durante todo o período da Copa Amé 

12/06 - 22h40 [0 coment.]
Cruzeiro é derrotado pelo Fortaleza e aumenta ´jejum` de vitórias 

11/06 - 15h07 [1 coment.]
Crise chega ao pessoal administrativo com atraso de salários 

11/06 - 12h50 [1 coment.]
Minas Arena rompe, unilateralmente, contrato com o Cruzeiro 

10/06 - 21h13 [2 coment.]
Por confusão com Nico López, lateral Edilson é punido pelo STJD 

10/06 - 18h57 [2 coment.]
Wagner convoca conselheiros para noite de caldos e apoio a chapa 

>> Mais noticias
 Publicidade 


Cruzeiro.Org® 1999-2019 - Site Oficial da Torcida - Contatos para Webmaster