Ola visitante, Clique aqui para conectar ao site

 Home   |   Blog PHD   |   Charges   |   Colunistas   |   Notcias   

*** Se tiver problemas com sua senha, clique em ESQUECI MINHA SENHA e receba uma nova ***

 Atualizado em 22-05-19 03h50min  |  Fonte: Cruzeiro.Org (*) |  Qtd Leituras: 325
Cruzeiro é derrotado por 3 gols em apresentação cheia de erros


Assim como na partida de estreia, contra o Flamengo, no Maracanã, o Cruzeiro voltou a sofrer três gols em duelo pelo Campeonato Brasileiro. Neste domingo, o time celeste viu Nonato, Guerrero e Moledo marcarem na vitória do Internacional por 3 a 1, no Beira-Rio. Dedé descontou para os mineiros. Embora tenha vencido seus dois últimos compromissos pela Série A (Ceará e Goiás), a Raposa acumulou mais uma rodada sem conseguir apresentar bom futebol. Edilson, que errou no lance do gol de Guerrero, ainda recebeu cartão vermelho por agredir Nico López nos lances finais da partida.

Com o resultado, o Cruzeiro estacionou nos seis pontos e caiu quatro posições na classificação do Brasileiro - do 7º lugar para o 11º lugar.

Na próxima rodada da Série A, o Cruzeiro medirá forças com o Fluminense. O jogo está marcado para as 16h de sábado (dia 18), no Mineirão. Antes, porém, o time celeste tem outro compromisso contra o Tricolor pela Copa do Brasil. Mineiros e cariocas se enfrentam na próxima quarta-feira (dia 15), às 21h30, no Maracanã, em jogo de ida das oitavas de final.


O JOGO

Diferentemente do que se imaginava, já que são equipes que privilegiam a marcação, Internacional e Cruzeiro iniciaram o duelo no Beira-Rio com intensidade ofensiva. Logo no primeiro minuto de jogo, Thiago Neves recebeu passe de Fred dentro da área e, livre, desperdiçou chance clara de gol. Dois minutos depois, o Colorado obrigou a zaga celeste a trabalhar em finalização de Edenílson. Dedé impediu a tentativa.

As equipes diminuíram o ímpeto ofensivo, mas seguiram criando oportunidades e mostrando volume de jogo. Aos 20’, foi o cruzeirense Jadson que desperdiçou outra chance. Pedro Rocha partiu em velocidade pela esquerda e encontrou o meio-campista livre, na entrada da área. A finalização raspou a trave direita de Marcelo Lomba. A resposta dos donos da casa veio onze minutos depois.

Aos 31’, Guerrero cobrou falta cometida por Pedro Rocha na entrada da área. A bola desviou na barreira e explodiu na trave direita de Fábio. No rebote, o jovem meia Nonato, de 21 anos, aproveitou a desatenção da defesa celeste para abrir o placar. 1 a 0. Também em jogada de bola parada e poucos minutos depois, o Cruzeiro empatou. Aos 35’, Thiago Neves cobrou falta do meio-campo, Moledo desviou e, na sobra, Dedé completou para o gol. 1 a 1. O atacante Fred, que disputou a bola com o zagueiro gaúcho antes da conclusão da jogada, estava em posição de impedimento.

Conforme esperado, o Cruzeiro voltou do intervalo tentando controlar o jogo. À lá Mano Menezes, esperou o Internacional para tentar partir em velocidade no erro do adversário. O time, contudo, não conseguiu encontrar os espaços, parou de construir as jogadas de gols e acabou vendo o Inter marcar aos 10’. Edilson, que já havia errado passes importantes na partida, falhou na saída de bola e entregou a posse da bola para Edenilson. Ele tocou para D’Alessandro, que serviu Nico Lopez. O uruguaio tentou a primeira e Fábio defendeu. No rebote, Dedé salvou finalização de Guerrero. Na segunda vez que a bola sobrou, foi Dodô que impediu tentativa de D’Alessandro. Por fim, Guerrero, já dentro da área, não desperdiçou. 2 a 1.

Mesmo com o gol e a vitória parcial, o Internacional não diminuiu o volume. Cinco minutos após o tento de Guerrero, Nico López quase ampliou. A finalização do uruguaio encobriu Fábio, mas a bola bateu na trave esquerda do goleiro. O gol esteve ainda mais próximo para o Colorado aos 20’. Dodô derrubou Nonato na área, e o árbitro Raphael Claus marcou pênalti. D’Alessandro, porém, bateu para fora.

Mano Menezes ainda tentou corrigir a estratégia, acionou Rodriguinho, David e Sassá no banco de reservas, mas o Cruzeiro seguiu sem criar jogadas de perigo e passou a dar ainda mais espaço ao Internacional. Os donos da casa aproveitaram. Aos 37’, Sobis cobrou falta, Fábio espalmou, a bola bateu no travessão antes de sobrar para Moledo. Livre de marcação na pequena área, em nova desatenção da defesa celeste, ele só completou para o gol e colocou números finais ao jogo. 3 a 1. Nos lances finais, o lateral-direito Edilson ainda foi expulso após agredir Nico López.


ATUAÇÕES

Por GloboEsporte.Com

Dedé se salva em tarde sem inspiração do time no Sul. Zagueiro aparece bem no ataque e marca o gol na derrota por 3 a 1 para o Internacional no Beira-Rio; lateral Edilson é o destaque negativo da Raposa no Rio Grande do Sul

Dedé - Nota: 6,5
Apareceu bem nos lances de ataque, nas bolas paradas. Foi assim que marcou o gol do Cruzeiro, o segundo dele neste Campeonato Brasileiro.

Edilson - Nota: 4,0
Mais uma atuação abaixo do que esperam dele. Aparece pouco ofensivamente. Errou o passe no lance que originou o segundo gol do Internacional. Reclama muito, torna o jogo tenso, e caça uma confusão. No final, foi expulso por agredir Nico López.

Fábio - Nota: 6,0
Não teve culpa nos gols. Em dois, quando a bola bateu na trave, a defesa parou para assistir os jogadores do Internacional completarem para a rede.

Notas dos jogadores do Cruzeiro:

Fábio (6), Edilson(4), Dedé(6), Léo(6), Dodô(5), Lucas Silva(6), Romero(6), Jadson(6), David(5,5), TNeves(6), Pedro Rocha(6), Rodriguinho(5,5), Fred(6), Sassá(6).


ESTATÍSTICAS DO CONFRONTO

Jogos: 82

Vitórias: 29
Empates: 23
Derrotas: 30
Saldo: -1

Gols marcados: 105
Gols sofridos: 105
Saldo: 0

Partida Anterior (Jogo 3)
Cruzeiro 0 x 0 Inter-RS - 2/set/2018
Brasileiro
Toca 3 - Belo Horizonte (MG)


CURIOSIDADES

Pelo Brasileiro

Cruzeiro e Internacional se enfrentaram 70 vezes pelo Campeonato Brasileiro, desde 1962. Foram 25 vitórias do Cruzeiro, 20 empates e 25 derrotas. O Cruzeiro marcou 88 gols e sofreu 86.

No Rio Grande do Sul

As duas equipes se enfrentaram 42 vezes no Rio Grande do Sul, com nove vitórias do Cruzeiro, nove empates e 24 vitórias do Internacional. A Raposa marcou 39 gols e sofreu 63. Pelo Campeonato Brasileiro no Rio Grande do Sul foram 35 jogos. O Cruzeiro venceu seis, empatou oito e perdeu 21, com 29 gols feitos e 51 sofridos.

Foram 36 confrontos no estádio Beira Rio, com sete vitórias do Cruzeiro, nove empates e 20 vitórias do Internacional. O Cruzeiro marcou 30 gols e sofreu 52. No Beira Rio pelo Brasileirão houve 30 jogos. A Raposa ganhou quatro, empatou oito e perdeu 18, com 21 gols marcados e 45 sofridos.

Artilheiros

5 gols – Joãozinho
3 gols – Heyder, Leonardo, Palhinha, Rafael Sobis e Roberto Batata
2 gols – Alex Alves, Cláudio Adão, Deivid, Dirceu Lopes, Edenilson, Edilson, Fábio Júnior, Fred (5 jogos), Gilberto, Kléber, Luisão, Marcelo Moreno, Marcelo Ramos, Oséas, Tostão e Willian


FICHA TÉCNICA

Internacional
Marcelo Lomba; Zeca, Moledo, Victor Cuesta e Iago; Rodrigo Lindoso, Edenilson e Nonato (Guilherme Parede); D’Alessandro (Rafael Sobis), Nico López e Paolo Guerrero (Sarrafiore). Técnico: Odair Hellmann.

Cruzeiro
Fábio; Edílson, Dedé, Leo e Dodô; Lucas Romero e Lucas Silva; Jadson (David), Thiago Neves e Pedro Rocha (Rodriguinho); Fred (Sassá). Técnico: Mano Menezes.

Gols: Nonato (aos 31’1ºT), Dedé (aos 35’1ºT), Guerrero (aos 10’2ºT) e Moledo (aos 37’2ºT)
Cartão vermelho: Edilson (Cruzeiro)

Público presente: 23.416
Público pagantes: 20.673
Renda: R$ 948.310,00

Motivo: 4ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data e horário: 12 de maio de 2019 (domingo), às 16h
Árbitro: Raphael Claus (FIFA/SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (FIFA/SP) e Danilo Ricardo Simon Manis (FIFA/SP)
VAR: Thiago Duarte Peixoto (RS)

/elo


Cruzeiro.Org - 25 anos

Comentrios:  Clique aqui e deixe o seu comentrio

 pyxis | BHZ | 13-05-19 10h38min
Mais uma atuação coletiva pífia.
Mais atuações individuais, NO PLURAL, pífias, ridículas, anímicas.
Mais do mesmo nas ´explicações`
Mais torcedores tapando sol com a peneira...
DESANIMADOR !
 pyxis | BHZ | 13-05-19 10h41min
Nem falo mais das atuações individuais de certos ENGANADORES. E muito menos das notas e ´premiações` de melhor em campo e fantasy games.
Melhor em campo: Dedé
Pior em campo: Jadson
Herói do jogo: NEM PENSAR!
Vilão do jogo: Edílson
Minhas Notas: Fábio (5), Edilson(1), Dedé(6,5), Léo(6), Dodô(4), Lucas Silva(6), Romero(6), Jadson(2), David(4), TNeves(3), Pedro Rocha(6), Rodriguinho(4), Fred(5), Sassá(Sem Nota).
 pyxis | BHZ | 13-05-19 10h45min
Duro é ouvir comentarista retardado (e torcedor teleguiado) reproduzindo que ´o Cruzeiro sentiu falta do Henrique ...`.
TÁ DIFÍCIL.
 fabio velame | Governador Valadares | 13-05-19 11h28min
Nosso maior inimigo está sentado no banco de reservas e sempre passa instrução para os jogadores. Quem entende um pingo é letra. Se alguém da diretoria passar pano para a atitude ***** do Edilson, tem que se lascar. Uma pena o Orejuela estar lesionado. Mais uma vez o TN 10 enganou, mas a torcidinha de jogador de nome aceita qualquer coisa que ele faça em campo.
 fabio velame | Governador Valadares | 13-05-19 11h30min
Mias um brasileiro disputando só por disputar. O segundo tempo do time foi ridículo, e olha que o time tinha feito um primeiro tempo regular. A mudança na postura dos jogadores é irritante. entraram na segunda etapa satisfeitos com o empate e depois viram a vaca ir para o brejo. Independente de um ou outro jogador ser poupado, o futebol nos últimos jogos sumiu. E a maior parcela de culpa é do Mano Menezes.
 pyxis | BHZ | 13-05-19 11h45min
Velame, não costumo responsabilizar uma pessoa (principalmente o treinador)... o esporte é COLETIVO... e treinador não entra em campo...
Nas vitórias e conquistas, a maioria da torcida e a mídia (INCOMPETENTE) não enxerga erros e gostam de tecer loas a treinador (que não entrou em campo) e jogadores que fazem UM gol ....
Daí, entendo que nas derrotas devemos ter o mesmo comportamento... sem caça às bruxas, mas reconhecendo os erros ABSURDOS.
Mano SEMPRE ERROU ABSURDAMENTE.
 Marco | Curitiba | 13-05-19 12h30min
Muitos jogadores estão fazendo corpo mole e jogando mal. Dos que estão jogando mal destaco: TN, Edílson, Rodriguinho, Dedé, Dodô (neste jogo), Fred (no brasileiro), Jadson (sempre). Henrique deixa o time lento, mas uma derrota como a de ontem o garante como titular (fazer o que). Time que toma 7 gols em 4 jogos e ainda (ontem) jogando com 3 volantes, não pode ser considerado candidato a título. MM se enrolando cada vez mais e os jogadores embarcando na dele. Quero só ver quarta, na CB...
 Twitter 

 Notcias   rss
20/05 - 06h48 [1 coment.]
CBF confirma confronto diante da Chapecoense para o Independência 

20/05 - 06h26 [3 coment.]
Programação de atividades do futebol profissional até 28 de Maio 

19/05 - 18h36 [1 coment.]
Cruzeiro sofre revés ante rival pelo Campeonato Mineiro Sub-20 

19/05 - 08h58 [1 coment.]
Zezé Perrella remarca reunião para eleição de novo Conselho Fiscal 

19/05 - 08h27 [6 coment.]
Cruzeiro amarga nova derrota para Flu em apresentação vexaminosa 

18/05 - 09h07 [1 coment.]
Raul comemora recorde mundial de invencibilidade de gols sofridos 

18/05 - 07h07 [1 coment.]
Em dia de manifestação internacional, Cruzeiro fica em silêncio 

17/05 - 19h41 [1 coment.]
Sada Cruzeiro contará com o ponteiro argentino Facundo Conte  

>> Mais noticias
 Publicidade 


Cruzeiro.Org 1999-2019 - Site Oficial da Torcida - Contatos para Webmaster